Sociedade Nagô – O Resgate é um aplicativo gamificado sobre a Revolta dos Malês. Alternando jogo virtual e tarefas no mundo real, o game traz a curiosa Ísis, um avatar feminino que é guiada por sua enigmática avó Nena, na busca por desvendar esse pedaço da história baiana. A neta vai ao passado e fala com figuras emblemáticas como Ahuna, Calafate e Emerenciana, personagens fundamentais da história real.

Este é o terceiro jogo da Strike Games. O foco do Sociedade Nagô – O Início e Sociedade Nagô – O Resgate é trazer o conteúdo histórico do levante de forma mais aprofundada com um suporte pedagógico, juntamente com o fator lúdico, mini-games, mistério, desafio e tarefas que envolvem emitir opiniões, ilustrar, escrever textos e pesquisar. Para o urbanista, game designer e criador do projeto, Alexandre Santos, a história da Bahia ainda é desconhecida por grande parte do público:

Eu comecei a pensar em jogos ligados à cultura baiana. As revoltas são muito ricas e têm informações que a maioria das pessoas não conhece. E esse é o foco do projeto: criar jogos que trate da nossa história, contar que em 1835 já se lutava por direitos, por questões de igualdade. É um resgate cultural!

                                                                                     

A história do jogo se alterna entre os anos de 1835 e 2018. O nome faz relação com a sociedade secreta fictícia do jogo formada pela maioria de libertos africanos da etnia Nagô. Na noite do dia 24 para 25 de janeiro de 1835, um grupo de negros africanos muçulmanos se rebelou contra a elite senhorial, com o objetivo de alcançar a liberdade e implantar um califado com seus costumes e tradições em Salvador. Esse movimento ficou conhecido como Revolta dos Malês.

Para 2019, o plano é trabalhar forte a divulgação junto às escolas.

O público-alvo é a partir da série fundamental 2, porém já foi testado e bem aceito pelos alunos do terceiro ano. O jogo tem desafios menos complexos que os games comerciais, justamente para facilitar o uso do professor em sala de aula. – conta Alexandre.

Sociedade Nagô – O Resgate” conta com apoio financeiro do Governo da Bahia via Fundo de Cultura e pode ser baixado gratuitamente.

Disponível para:

Google Play para Android:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.StrikeGames.NagoResgate

Itch.io para Windows:

https://strikegames.itch.io/sociedadenagooresgate

Deixe um comentário

Categories: Afrossaberes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *