O Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) e o Laboratório de Estudos em Política, Educação e Cidade (LEPEC) da Universidade Federal do Ceará (UFC) promoverão nesta quinta-feira (26/9) o I Seminário sobre Branquitude. Trazendo a questão “Quem é branco no país da mestiçagem?”, o evento marca o início de uma nova programação de pesquisas sobre relações raciais no Departamento de Ciências Sociais e no PPGS. Gratuita e aberta ao público, a atividade será realizada das 13h30min às 18h30min no Auditório Luiz de Gonzaga, do Departamento de Sociologia, localizado no 1° andar da área 3 do Centro de Humanidades (avenida da Universidade, nº 2.995, no Benfica).

O objetivo do debate é inverter a perspectiva para pensar a construção social de raça: em vez de o foco ser a negritude, discussão mais comum no Brasil, os participantes são convidados a refletir sobre os significados de ser branco.

A iniciativa surgiu da experiência da professora Geísa Mattos ao ministrar a disciplina “Racismo e Branquitude” no PPGS da UFC, no primeiro semestre de 2019, em parceria com a antropóloga Ana Ramos-Zayas, professora de Yale University. A antropóloga trabalha há mais de 15 anos em suas pesquisas com a perspectiva da Branquitude em uma dimensão continental das Américas.

“No ‘País da Mestiçagem’, onde durante muito tempo se negou a existência do racismo, e ainda se nega, é preciso sim distinguir que existem brancos privilegiados nesse sistema que destrói as vidas negras. O que significa ser branco no Brasil? Vamos falar deste assunto que incomoda muita gente. Vamos falar de branquitude”, destaca Geísa Mattos.

No seminário, composto por mesas de discussão, serão apresentados trabalhos finais de estudantes que cursaram a disciplina Racismo e Branquitude no PPGS, oriundos dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia, Psicologia e História Social da UFC e de Serviço Social da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Participam também, como mediadores dos debates, a professora Vera Rodrigues, do Mestrado em Antropologia da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), e o professor Luiz Fábio Paiva, do Laboratório de Estudos da Violência (LEV/UFC).

Mais informações sobre a programação estão no site do PPGS: https://posgradsoc.ufc.br/pt/i-seminario-sobre-branquitude-quem-e-branco-no-pais-da-mesticagem/

Com informações da UFC

Deixe um comentário

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *