>
26 de Setembro, 2021
EeIMoktUYAAs5Ym

Beyoncé lança “Black is king”, álbum visual em reverência à cultura preta

Em “Black is king”, Beyoncé faz reverência aos ancestrais pretos africanos. Apesar de (ainda) exclusivo da Disney+, filme já foi transmitido em streaming na madrugada e circula em links de Torrent pela Internet

Enquanto você dormia, a Beyoncé foi lá e fez tudo! Porque a gata não se deita e está empenhada na causa negra real/oficial! Tanto que o novo trabalho – uma reverência ao povo preto e um grito contra o racismo – foi lançado hoje, 31 de julho, Dia da Mulher Africana.

Em parceria com a Disney, o filme “Black is king” já está entre nós. Ele dá vida às músicas do álbum “The Gift”, lançado em 2019 como trilha do remake de “O rei leão”. O trabalho é TODO em ritmos africanos e esta madrugada também ganhou uma versão deluxe, com três faixas bônus, incluindo o hino “Black Parade”, em todas as plataformas digitais.

“Neste álbum visual, eu quis apresentar elementos da história negra e da tradição africana, com um toque moderno e uma mensagem universal, e o que realmente significa encontrar sua auto-identidade e construir um legado. Passei bastante tempo explorando e absorvendo as lições das gerações passadas e a rica história de diferentes costumes africanos”, sintetiza a diva pop.

O primeiro clipe, Beyoncé publicou no IGTV – para driblar o desempenho ruim da plataforma do YouTube, que tem sido alvo de críticas no mercado da música. Foi a primeira artista a fazer isso. E emplacou mais de UM MILHÃO de visualizações para “Already” em minutos.

View this post on Instagram

link in bio

A post shared by Beyoncé (@beyonce) on

O videoclipe foi gravado em Gana, um país africano cujo nome significa “guerreiro”, e conta com a participação de Shatta Wale, um cantor e compositor ganês, que disse: “Obrigado, minha rainha, por acreditar no meu talento e me dar espaço pra compartilhar minha mensagem com o mundo.”

EeOpN 5WAAA4gVH
Beyoncé e Shatta Wale

O novo trabalho isola ainda mais Beyoncé como maior artista do mundo da música e celebra a ancestralidade num trabalho histórico e necessário, idealizado e executado por uma mulher negra cada vez mais militante. Como os fãs estão dizendo: “a patroa é ela.”

“Black Is King” é originalmente da plataforma Disney+, mas já foi transmitido ao vivo (às 4 da manhã) por páginas de fã clubes da cantora no Twitter e está circulando em serviços de compartilhamento (como Torrent).

Confira abaixo o cartaz oficial do filme e alguns looks de Beyoncé usados nas filmagens.

EeH68CNXgAA000A
6ea6e9fe 25b7 4942 828b 2de2cfd0d880
8081f497 4e76 44ab 89b5 afec0778b10b
12509af0 5be7 4841 82e8 dfc558ced5b2
aa8fdcde 258a 40b0 8802 3a4530eb2745
dbc263fd 83ea 400d a1ab c2374f783427
f6c38f32 8668 4672 a1bb 7ef18d13c819
e09ac087 3615 41fb b43c 725bd210eaf0

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *