>
27 de Julho, 2021
theresa 800x420

Líder feminista anula 850 casamentos e envia jovens negras à escola

Uma líder feminista negra está nos holofotes do mundo. Moradora de um distrito do Malawi, país da África Oriental, Theresa Kachindamoto tem ajudado meninas e mulheres a começar uma nova vida.

Isso tem sido possível porque Theresa decidiu bater de frente com um antigo costume daquela região. Por lá, mais da metade das mulheres casam antes dos 18 anos. Ainda adolescentes, portanto. O que Kachindamoto tem feito? Lutado pela anulação desses matrimônios, quase sempre arranjados porque as famílias, muito pobres, enxergam na saída das filhas uma redução de despesas domésticas.

Estima-se que em três anos ela tenha invalidado mais de 850 casamentos e viabilizado o retorno dessas jovens ao ambiente escolar. Mobilizações de Theresa fizeram com que fosse instituída a maioridade de 18 anos para casamentos. Mas ela não está satisfeita. A luta agora é para que esse patamar suba para 21 anos.

O trabalho da líder feminista já ganhou tanta visibilidade que ela vem recebendo ameaças de morte. Ainda assim ela avança. E diz que não recuará de jeito nenhum. Em entrevistas, Theresa tem dito uma frase recorrente:

“se elas forem educadas, podem ser o que quiserem.”

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *