23 de Setembro, 2020

7 livros infanto-juvenis com protagonistas pretos para você ler (e adorar)

O projeto Lista Preta surgiu no twitter em dezembro de 2018 com o intuito de fomentar, divulgar e criar um espaço de discussão a respeito da cultura preta e das representações do povo negro no cinema, música, teatro e artes em geral.

Entre as diversas listas, o projeto compartilhou recentemente uma com seis livros infanto-juvenis com protagonistas pretos. Nós, do Ceará Criolo, adicionamos mais um livro e compartilhamos agora com você, leitor.

Quais você já conhecia? Quais ficaram de fora? Conta pra gente!

BUCALA: A PEQUENA PRINCESA DO QUILOMBO CABULA
Escrito pelo autor baiano Davi Nunes em parceria com o ilustrador Daniel Santana, o livro conta a história de uma princesa que nasce no Quilombo de Cabula, em Salvador. Bucala se aventura nas matas orgulhosa de sua negritude, como sua cultura ancestral, a cor da pele e o cabelo crespo em formato de coroa.

O MUNDO NO BLACK POWER DO TAYÓ
Tayó mostra com orgulho e autoestima de uma criança negra que carrega seu cabelo crespo, black power, como encarar as ofensas do cotidiano. Pelo olhar da autora Kiusam Regina de Oliveira, é apresentada uma metáfora sobre a riqueza cultural do povo africano.

OS NOVE PENTES D’ÁFRICA
A estreia de Cidinha da Silva na cena literária juvenil trata de pentes africanos herdados pelos nove netos de Francisco Ayrá. Cada um deles representa virtudes e sentimentos que estão presentes no cotidiano.

HEROÍNAS NEGRAS EM 15 CORDÉIS
Por meio da literatura de cordel, a cearense Jarid Arraes reúne a história de 15 mulheres negras que marcaram os rumos da sociedade brasileira. É inspiração, conhecimento e força.

BETINA
Com um olhar cuidadoso e de afeto aos detalhes que compõem a ancestralidade, a primeira reitora negra da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), pedagoga Nilma Lino Gomes, nos apresenta Betina, uma menina que adora as tranças que a avó faz em seus cabelos.

O MENINO NITO
Discutindo questões da masculinidade, a obra reflete sobre a famosa frase que diz que “homens não choram”, apresentando títulos que falam sobre as tradições populares de matizes africanas no Brasil, como o Jongo, Maracatu e outras influências africanas no esporte e culinária. A autora Sonia Rosa conta com o apoio de Victor Tavares nas ilustrações.

O PEQUENO PRÍNCIPE PRETO
Em um minúsculo planeta, o Pequeno Príncipe Preto vive com uma árvore Baobá, sua única companheira. Quando chegam as ventanias, o menino viaja por diferentes planetas, espalhando o amor e a empatia. O texto é originalmente uma peça infantil que já rodou o país inteiro. Agora, Rodrigo França traz essa delicada história no formato de conto, presenteando o jovem leitor com uma narrativa que fala da importância de valorizarmos quem somos e de onde viemos – além de nos mostrar a força de termos laços de carinho e afeto. Afinal, como diz o Pequeno Príncipe Preto: “juntos e juntas, todos ganhamos.”

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support