Grafiteiros de Fortaleza lançam e-book com afirmação de identidade negra

O Grupo de grafiteiros de Fortaleza, a VTS Crew lançará nesta quarta-feira (20/1), às 20 horas, o e-book intitulado “VTS Crew: o graffiti como estilo de vida”, em comemoração aos 15 anos da crew, completos em 2020. O projeto foi apoiado pela Lei Aldir Blanc. Em parceria com a jornalista Fernanda de Façanha, a escrita e preparação dos seis capítulos do livro foram feitas de forma coletiva, organizada pelos integrantes do grupo, Milson Vieira (Mils), Viviane Lima (Vivi) e Emerson Pereira (Tubarão). O lançamento será feito de forma on-line para respeitar o distanciamento social e os registros desse momento estarão no site da Editora Caminhar, responsável pela publicação, e perfil do Instagram da VTS Crew (@vtscrew).

O livro possui seis capítulos que detalham características e momentos vividos pelo grupo durante esses 15 anos de trajetória, afirmando a identidade e ancestralidade negra da crew e da sua arte. Em “VTS Crew: o graffiti como estilo de vida”, o objetivo dos grafiteiros foi detalhar a história da VTS, o percurso de conhecimento dos integrantes, os rolês pelo Brasil e por outros países, os projetos realizados focando no Negras Raízes e, por fim, uma galeria com fotos dos mais importantes murais feitos pelo grupo. Durante a realização do livro, em pesquisas a outras publicações nacionais, os grafiteiros concluíram que essa é a primeira obra de autoria dos próprios integrantes de uma crew, sendo um marco para a história do graffiti cearense e nacional.

Conforme o grupo, a ideia do livro era pensada há alguns anos. O grafiteiro Emerson Pereira observou que o objetivo do projeto também foi registrar e documentar sobre a história do graffiti e da cultura Hip Hop em Fortaleza, a partir da trajetória da VTS Crew, que realmente vive essa realidade. “Esse livro é um marco histórico. É um registro para a cultura Hip Hop, algo que a gente tem essa carência como cultura de rua, de ter esse registro e essas questões debatidas. Esse processo de registro na nossa cultura, na sua grande maioria, sempre foi por um olhar de fora, de quem vem e estuda a cultura. Esse livro não, ele tem o olhar de quem vivencia a cultura, é o nosso estilo de vida”, afirmou Tubarão.

Em relação ao processo de escrita, Viviane Lima, comentou que a coletividade, que já é uma marca registrada do grupo, foi essencial para a elaboração do texto e do processo de produção necessário para a finalização do projeto. “Tudo foi coletivo. Se eu escrevia alguma coisa, mandava pra Fernanda e pros meninos revisarem. Em cada texto tem um pouquinho de alguém, tá todo mundo junto e misturado ali. Não é um texto meu, é um texto nosso. É uma realização muito grande de a gente poder contar nossa história, do nosso jeito, a gente tá ali escrevendo”, pontuou Vivi.

SERVIÇO
Lançamento do e-book “VTS Crew: o graffiti como estilo de vida”
Dia: 20 de janeiro
Horário: 20h
Link para download: https://www.editoracaminhar.com.br/o-graffiti-como-estilo-de-vida/

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *