Trio teve 9.824 votos

Nossa Cara: 1º mandato coletivo de Fortaleza é negro

Fortaleza terá a partir de 2021 o primeiro mandato coletivo da história da cidade. E ele será preto! Louise, Lila e Adriana conseguiram neste domingo (15/11) o feito histórico de elegerem-se com 9,8 mil votos e ocuparão cadeira(s) na Câmara Municipal pelos próximos quatro anos.

O trio de mulheres negras e periféricas forma o mandato Nossa Cara, que contagiou Fortaleza com uma campanha propositiva, antirracista, escancaradamente posicionada como de esquerda, feminista e inclusiva.

Louise, Lila e Adriana foram a segunda candidatura mais votada do Partido Socialismo e Liberdade (PSol) na capital cearense este ano. Ficaram atrás apenas do ambientalista Gabriel Aguiar. E, ainda assim, por uma diferença de apenas 64 votos.

No quadro geral, o Nossa Cara teve a 13ª maior quantidade de votos. Ficou à frente de nomes conhecidos do eleitorado fortalezense como Elpídio Nogueira (PDT), Larissa Gaspar (PT), Márcio Martins (Pros), Guilherme Sampaio (PT), Ronivaldo Maia (PT) – todos esses, inclusive, já com mandato e tentando a reeleição – dentre outros.

Independente de quem seja o prefeito eleito (José Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros) vão disputar o segundo turno), o Nossa Cara tenderá a ser oposição, já que os planos de governo de ambos os candidatos vão contra tudo o que o trio defendeu na campanha. Além disso, o PSol teve candidato próprio na disputa majoritária (o advogado Renato Roseno, veterano em pleitos ao Executivo).

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *