Psicoterapretas/os: site reúne contatos de rede de psicólogos negros cearenses

Site tem o objetivo de facilitar a localização de psicólogos por quem precisa de ajuda especializada. Profissionais podem efetuar cadastro gratuitamente, a qualquer momento. Basta preencher formulário on-line

Uma importante iniciativa no campo da saúde mental vai facilitar a vida de quem precisa de acompanhamento especializado. Está no ar o Psicoterapretas/os, site que reúne contatos de psicólogos que compõem uma rede de cuidados de e para pessoas negras.

Qualquer profissional autodeclarado preto ou pardo – e que seja cearense ou atue no Ceará – pode integrar o coletivo. É obrigatório ter o título de graduação em Psicologia e registro no conselho da categoria.

Mentor da iniciativa, o cuidador e psicólogo Maia Neto explica que o espaço virtual tem o objetivo de dar visibilidade ao trabalho desses profissionais e formar um banco de dados de rápido acesso tanto para quem deseja indicar um colega a um paciente quanto para quem busca ajuda especializada no trato adequado de um sofrimento psicológico.

“A dificuldade de indicar um colega se dava por motivos como a necessidade de uma abordagem em especial ou por questões de gênero e de orientação sexual. Essa ação é para quem tem o temor, e, em geral, essas pessoas são negras, de sofrer novamente alguma violência racial no ambiente clínico e para quem não sente entendida/o em suas questões nem à vontade com psicólogas/os brancas/os”, detalha o organizador.

Dez nomes já compõem o mapeamento, feito a partir de um formulário on-line (para acessar, clique aqui) no qual o interessado informa contatos, abordagem que pratica e como faz os atendimentos. Cinco psicólogas/os, por exemplo, destacam que atendem pessoas negras; oito são autodeclarados LGBTQIA+; há os que lidam com redução de danos; há quem trabalhe com casais; há quem esteja disponível também em regime de plantão; existem os destinados a acompanhamentos terapêuticos etc.

A proposta do Psicoterapretas/os é justamente ser um leque variado de opções para quem precisa de apoio especializado. Para integrar essa rede, o profissional interessado não paga nenhum valor. Basta efetuar o cadastro. “Como não determinamos um prazo pro recebimento dos formulários de inscrição, não percebo que essa seja uma mobilização que se encerre por enquanto”, acrescenta Maia Neto.

VIDAS NEGRAS IMPORTAM
Em outubro do ano passado, o Ceará Criolo publicou uma série de reportagens sobre saúde mental para discutir o alarmante índice de 85% dos casos de suicídio do estado serem cometidos por indivíduos negros (pretos ou pardos). Chamado Vidas Negras Importam, o material aborda a urgência de desmistificarmos transtornos psicológicos e a importância de se buscar ajuda especializada e profissional. O especial ganhou o I Prêmio de Jornalismo do Ministério Público.

LIVE NO INSTAGRAM
Na próxima terça-feira (4/8), às 17 horas, o Ceará Criolo promove a live “Cuidados emocionais em tempos de crise”. A transmissão será feita no Instagram (@cearacriolo) e terá como convidado o cuidador e psicólogo Maia Neto.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support