>
26 de Setembro, 2021
unnamed 2 1

Karol Conká na gravação do Trace Trends (Foto: Reprodução)

“O machismo não conseguiu me matar, mas mata muitas mulheres todos os dias”, denuncia Karol Conká

Karol Conká fala sobre música, machismo, carreira e saúde mental no quadro ‘Make com Xan’, em episódio já disponível no Globoplay e que vai ao ar sexta às 17h no Multishow

Xan Ravelli recebe a rapper Karol Conká no quadro ‘Make com Xan’, no episódio do Trace Trends desta semana, já disponível no Globoplay. Com uma carreira de sucesso no mundo da música, Karol conta com mais de 6 milhões de ouvintes no Spotify, com um aumento de 14,3% após uma passagem turbulenta pelo BBB 21.

Em uma conversa descontraída e bem humorada, a cantora, fala sobre saúde mental, recomeços e compartilha com a apresentadora sua trajetória e vivências enquanto mulher preta, mãe solo e periférica.

“Com 19 anos engravidei e pensei: ‘acabou minha vida’, assim como muitas meninas pensam, porque é o que a sociedade faz a gente acreditar. Vamos falar a verdade: mães solos, periféricas e pretas, ninguém leva a sério, e era assim que eu sabia que aconteceria comigo. Então, eu dizia para mim que brigaria até o fim e provaria que sim, sou uma artista e sou merecedora de reconhecimento pelo o meu trabalho”, relembra.

Karol também pontua o porquê de sua escolha pelo rap e os mecanismos do machismo na sua trajetória. “O rap tem rebeldia e eu me identifiquei com isso. (…) Chega uma hora que nossa rebeldia não é compreendida mas por trás de toda rebeldia tem um porquê e, muitas vezes, pra gente ser levada a sério é só falando mais alto. Eu nem preciso citar os exemplos de quanto o nosso país é machista. O machismo não conseguiu me matar, mas mata muitas mulheres todos os dias”, conclui.

Conká ainda ressalta a importância da produção de seu novo álbum perante momentos conturbados, a arte enquanto processo de cura e cuidado com a saúde mental e a necessidade de visibilizar pautas como essas. Dessa forma, criou no IGTV de seu perfil no Instagram o ‘#VemKCuidarDaMente’, no qual compartilha cuidados e reflexões com os seus seguidores.

“A arte cura, a arte salva!”, ressalta. “Uma das coisas que eu mais tenho falado é sobre saúde mental porque reconheci em mim uma falta de atenção para esse meu lado e comecei a me questionar o porquê de algumas situações que me permiti vivenciar e tive descontrole emocional. Eu senti a necessidade de compartilhar com os meus seguidores, pois são coisas que não sou só eu que sinto”, conta.

O programa traz ainda iniciativas como Funafro, Afro Trampos e Trace Academia, que focam na empregabilidade negra, Ad Júnior comentando o mercado de trabalho e as novidades musicais com Bafros de Bixarte, Negra Li, Marcelo Falcão, Gaab com Thiaguinho, Souto MC e grupo RDN.

Com apresentação de Alberto Pereira Jr., Xan Ravelli, Ad Júnior, João Luiz Pedrosa e Babu Santana, a nova temporada do Trace Trends tem, a cada semana, um episódio inédito exibido às quartas-feiras no Globoplay e às sextas-feiras, às 17h, no Multishow.

PARA MAIS NOTÍCIAS SOBRE FAMOSOS, CLIQUE AQUI.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *