A cantora Thami lançou nessa sexta-feira (14/1) o primeiro EP autoral da carreira. Intitulado “Nua”, o trabalho conta com “Chega de esperar”, parceria com Tassia Reis, e outras três faixas autobiográficas.

“Acho que no processo de construção da obra eu evoluí como pessoa, como compositora e artista. De certa forma, transformei o meu redor também. Meu EP fala de amor, fala de dor, fala de silêncio e fala de atitude. Mostra quem eu fui e quem não mais quero ser. Mostra quem me tornei e quem almejo alcançar. Fala através da música de uma mulher potente e decidida”, comenta a artista.

As canções têm por objetivo mostrar as fragilidades, forças e vivências de Thami. As letras são fruto das experiências que ela viveu e transformou em arte. Uma obra na qual a artista se despiu de dentro para fora. Daí o nome “Nua”, que raz influências que vão do RnB ao POP, passando por diversas referências da música preta.

A faixa de trabalho “Segue o Baile” foi feita pensando em divertir e colocar o público para dançar, com uma letra que fala de uma relação decepcionante, mas destacando a reação da protagonista a essa decepção e trazendo a importância do amor próprio.

66ad6b8d0431069d24dbb1fa1f2e1195
Foto Gabriel Tesserolli

“Minha adolescência foi cruel. Não me deixou enxergar minha beleza e força. Muito pelo contrário, evidenciou minhas fraquezas e sei que isso aconteceu com muitas outras mulheres pretas. Segue o baile fala de uma maneira bem clara de como essas vivências machucam, mas ao mesmo tempo mostra o quanto somos fortes pra seguir em frente. Eu gosto muito de ver a vida dessa forma, de olhar pro caos e transformar ele em coisas boas.”

“Pensando em você” e “Hey Baby” são as outras faixas inéditas e trazem temas ligados a paixão, amor e relacionamento, sempre retratando a mulher como uma figura forte e segura de si. O EP se completa com “Chega de esperar”, feat com Tassia Reis.

“A música fala sobre uma mulher que não perde tempo e não deixa nada para depois. É a verdadeira descrição de Tassia Reis para mim. Então tinha que ser ela. Ela gostou da música, topou participar e me mandou a parte dela com um rap bem característico, deixando a música ainda mais incrível.”.

Cria de Nilópolis, na Baixada Fluminense, região metropolitana do Rio de Janeiro, Thami teve o primeiro contato com o universo musical ainda criança, na Igreja. Depois de se formar em dança, onde participou de projetos de cias como Deborah Colker, Centro de dança Rio, IDPF (escola em Nilópolis) e Tereza Petsold, a artista passou ainda pelo teatro musical e só depois fez sua transição completa para a música.

“Pra mim, a arte tem o papel de transformar e criar referências. Quando eu escrevo, eu quero que as pessoas se identifiquem com o que eu estou falando, que elas se conectem de alguma forma. Acredito que através dessa conexão a gente ensina e aprende. É uma troca. Estou muito orgulhosa desse trabalho, porque NUA me expõe, mas eu gosto do que vejo”, comemora a artista.

unnamed
Foto: Gabriel Tesserolli

PARA MAIS NOTÍCIAS SOBRE FAMOSOS, CLIQUE AQUI.

Share.

Leave A Reply