>
26 de Julho, 2021
data magna do ceara

Data Magna do Ceará completa 10 anos; o que significa?

O dia 25 de março celebra a chamada Data Magna do Ceará. Um marco alusivo ao ano de 1884 graças à aprovação, em 2011, da Emenda Constitucional nº 73, pela Assembleia Legislativa do Estado.

A libertação dos escravizados no Ceará foi pioneira no Brasil. Ocorreu onde hoje fica o município de Redenção, distante 55 quilômetros de Fortaleza, e quatro anos antes de todo o País abolir o sistema escravagista, em 13 de maio, com a Lei Áurea.

BLOG LUGARES DE MEMORIA Materia Redencao Foto Sylvia Leite 7
Entrada do município de Redenção tem monumento alusivo à libertação dos escravizados [FOTO: Sylvia Leite]

“É uma data significativa porque foi um marco no movimento abolicionista. Do ponto de vista econômico, repercutiu pouco. Mas, do ponto de vista social, é importante simbolicamente”, classifica o doutor em história social, Eurípedes Antônio Funes.

Segundo ele, mesmo o número de escravos do Ceará não chegando a 3% da população à época, a abolição repercutiu no resto do País. “Joaquim Nabuco que o diga”, pontua, referindo-se ao fato de o político pernambucano – e principal voz contra os escravocratas brasileiros – ter divulgado o movimento cearense como exemplo em vários de seus discursos.

Apesar de concordarem sobre importância do 25 de março (e do 13 de maio), Funes e o professor de história da África da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Américo Souza, propõem reflexões sobre as datas.

“O processo cearense não foi humanista. O objetivo não era libertar os escravos porque é errado escravizar. A questão era econômica. Se vivia uma crise e a Assembleia Provincial aprovou leis nas quais destinava altas dotações orçamentárias para o Estado comprar escravos dos senhores e libertá-los. É que nem o FHC (ex-presidente Fernando Henrique Cardoso) salvando os bancos”, compara Souza.

Os pesquisadores alertam para a herança do pós-25 de março e pós-13 de maio. Nos dois momentos, os governos não planejaram nem executaram políticas inclusivas da população negra recém-liberta. Isto fez milhares não terem garantia de acesso à escola, emprego, moradia etc.

“Você dá ao negro o status de livre, mas fecha outras portas e ele fica numa situação de abandono, tornando-se agregado do ex-senhor. A questão não é ser feriado ou não. É o significado do lugar social do negro”, frisa Funes.

Já Américo Souza classifica as datas como “fabricadas pela elite para auto-exaltação”. Ele explica: “Me preocupa essa apropriação de datas para suprimir o que aconteceu depois. Porque parece que os negros passaram a ter acesso a tudo. E não passaram. Nos manuais das escolas, o negro some depois da abolição. Porque ninguém quer discutir que, depois disso, ele continua marginalizado. Até hoje.”

Desde 2013, a Data Magna é feriado no Ceará.

LEIA MAIS SOBRE A NEGRITUDE CEARENSE. CLIQUE AQUI.

Charge do Clayton 130 anos da abolicao da escravatura no Ceara
Charge: Clayton, para o Jornal O POVO

Deixe um comentário

1 thought on “Data Magna do Ceará completa 10 anos; o que significa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *