>
13 de Junho, 2021
Bob marley wailers crystal palace

Tankfield, CC BY-SA 3.0 , via Wikimedia Commons

Dia Nacional do Reggae: 40 anos sem a presença física de Bob Marley

image
Crédito da imagem: Instagram oficial

“Até que não existam cidadãos de 1º
E 2º classe de qualquer nação
Até que a cor da pele de um homem
Seja menos significante do que a cor dos seus olhos
Haverá guerra”

O título seria “40 anos sem Bob Marley”, mas como isso seria possível se ele foi imortalizado em dezenas de canções, vídeos, fotos e segue vivo em nossos corações e mentes? O Dia Nacional do Reggae, comemorado na última terça-feira, 11 de maio, marca o aniversário de morte do Rei do Reggae, Bob Marley (6 de fevereiro de 1945 — 11 de maio de 1981).

Bob Marley é sinônimo de reggae por ter popularizado o ritmo mundialmente. As centenas de músicas falam sobre amor, paz, igualdade racial, liberdade, resistência e luta de uma forma que “quando você sente a batida, você não sente dor”. As músicas do jamaicano dão vontade de dançar e de lutar por um mundo mais justo.

Embora estejamos sem a presença física do cantor, o avanço da tecnologia permitiu termos acesso a shows e músicas em sites e aplicativos diversos. A voz e a mensagem de Bob seguem em alta no mundo inteior. Os álbuns seguem sendo vendidos e os vídeos com as canções seguem com milhares de visualizações.

Por conta da data, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) fez um estudo para saber quais músicas do astro jamaicano foram as mais tocadas no Brasil nos últimos cinco anos.

O ranking levou em conta os seguimentos de execução pública como rádio, sonorização ambiental, shows e música ao vivo. Is This Love foi a campeã, seguida de Little Birds, I Shot The Sheriff, Could You Be Loved e Don’t Matter. E ainda: War, We and Dem, Wainting in Vain, I Know A Place, Rat Race, Coming in from the cold, Do it Twice e tantas outras.

De acordo com o Ecad, Bob Marley possui 688 músicas e 1.853 gravações cadastradas no banco de dados brasileiro. 70% dos rendimentos com os direitos autorais são destinados ao cantor. Vale lembrar que os herdeiros do jamaicano continuam recebendo estes valores, que são assegurados por 70 anos após sua morte.

Nesses 40 anos, mais e mais pessoas, de diferentes gerações, tiveram acesso às músicas e mensagens do músico jamaicano. Que esse amor pelo Rei e suas canções seja traduzido em atitudes em prol de um mundo melhor. Um lugar onde podemos viver livres, ao sol e onde há amor para todos.

I Know A Place

When the whole world let you down
And there’s nowhere for you to turn
‘Cause all of your best friends let you down

Then you try to accumulate
But the whole world is full of hate
So all of your best starts just a drift to space

I know a place where we can carry on
I know a place where we can carry on
We can carry on, we can carry on

And there is people like you, people like me

People need to be free
And there’s a place in the sun
Where there is love for everyone
Where we can be, yeah

I know a place where we can carry on
I know a place where we can carry on
We can carry on, we can carry on….

Com informações do Blog Social 1

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *