Autor: Hilario Ferreira

Graduado em Ciências Sociais e mestre em História Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC). É pesquisador da Cultura e História do Negro no Ceará.

“A história única cria estereótipos. E o problema com os estereótipos não é que eles sejam mentiras, mas que sejam incompletos. Eles fazem uma história tornar-se a única história.” Chimamanda Adichie, escritora Nigeriana. Não creio que estarei me equivocando ao afirmar que a maioria dos negros e negras cearenses não conhece a própria história. Mesmo os ditos militantes do movimento negro e pesquisadores e pesquisadoras negras. Isso representa um problema seríssimo. Uma das estratégias do racismo é a produção de uma história única que tem por efeito o silêncio sobre nossa história e, consequentemente, a invisibilidade dos negros e negras…

Read More

Os anos pós-abolição representaram para negros(as) a continuação da luta por liberdade, tomando novas feições que se materializam, até nossos dias, nas batalhas diárias por reconhecimento social e na constante peleja pela preservação de suas práticas culturais: poder realizar festas, professar a fé e cultuar divindades em lugares de memória e de referências identitárias e afro-brasileiras. Há numa sociedade que por muito tempo negou a negritude cearense. Essa é uma questão presente em minhas pesquisas. A afirmação corriqueira e ainda presente nos dias atuais de que “o Ceará não tem negros” não deve ser considerada um comentário simples. Ela possui…

Read More

O negro é uma invenção da modernidade.2 Homens e mulheres foram sequestrados do continente africano e atravessaram o atlântico em navios tumbeiros na condição social de escravos para, sob o controle dos europeus, trabalharem nas colônias para o enriquecimento das metrópoles. Ao chegarem no novo mundo e terem contato com povos diferentes, os euroeus constroem, fundamentam e criam a ideia do Outro. Este passa a ser racializado e objetificado. Ele terá características negativas, será atribuído ao mesmo qualidades quase naturais, como subjugado, inferior, marginal e selvagem. Interessante também que, ao estigmatizarem aqueles racialmente, estes também foram estigmatizados. Enquanto aqueles foram…

Read More