>
26 de Julho, 2021
mulheres negras

Fundo Feminista Negra terá aporte de US$ 15 milhões da Fundação Ford

A Fundação Ford anunciou a liberação de US$ 15 milhões em financiamentos como apoio ao lançamento do Fundo Feminista Negra, um novo fundo filantrópico desenvolvido e liderado por um grupo central de feministas negras, com base em São Francisco, Califórnia, nos Estados Unidos, com atuação global. Os projetos vão ser escolhidos por um conselho formado por especialistas de diferentes países.

O investimento inicial será vital para ajudar a impulsionar o trabalho do fundo, visando a criação de uma rede de apoio em torno de questões-chave que afetam principalmente as mulheres negras. O aporte é proveniente da receita do projeto do social bond, lançado em 2020, em resposta à pandemia. O novo financiamento para o Fundo Feminista Negra é um acréscimo ao apoio contínuo da Ford a organizações que trabalham para promover a igualdade racial e de gênero.

O foco será a concessão de doações a projetos feministas negros de base na pesquisa e na produção de conhecimento, no crescimento de uma base de doadores e mobilizadores de recursos, na construção de um canal de aprendizagem e intercâmbio para parceiros em todo o seu trabalho. A fundação reconhece que as mulheres negras foram afetadas de forma desproporcional pela pandemia, necessitando de maior apoio.

O Fundo Feminista Negra reforça organizações na África, América do Norte, América Latina, Caribe e Europa, com trabalhos que beneficiam e envolvem mulheres negras, meninas, pessoas trans, intersexuais e não-binários. Ele também servirá como o primeiro centro global de recursos para a organização e filantropia feminista negra.

O Fundo conectará doadores e seus parceiros a organizações enraizadas nos princípios feministas negros e centradas nas mulheres e em suas comunidades interligadas. A meta da iniciativa é levantar US$ 100 milhões no primeiro ano. O escritório da Ford no Brasil vai colaborar com o projeto, visando ao fortalecimento e maior apoio a projetos no país.

Mais informações sobre o Fundo Feminista Negra: www.blackfeministfund.org
Twitter: @BlackFemFund

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *