>
23 de Outubro, 2021
A série africana Queen Sono foi renovada para segunda temporada. Foto: Divulgação.

A série africana Queen Sono foi renovada para segunda temporada. Foto: Divulgação.

Um mergulho na cultura africana, Queen Sono é renovada para a 2ª temporada

Nas avenidas de Joanesburgo, maior cidade da África do Sul, outdoors da série Queen Sono (2020). Uma mulher, o olhar dela enquanto negra e o poder de um cabelo black nas fotos. Trata-se da primeira produção africana original da Netflix com quatro países daquele continente (África do Sul, Congo, Nigéria e Zimbábue) que chegou ao catálogo em fevereiro deste ano e já foi renovada para a segunda temporada. 

“Você pediu. Nós ouvimos. A segunda temporada está vindo”, anunciou o vídeo promocional postado pela atriz principal da produção, Pearl Thusi, de 31 anos.

Queen Sono é a primeira série africana do Netflix. Foto: Divulgação.
Queen Sono é a primeira série africana do Netflix. Foto: Divulgação.

Queen Sono é uma mulher negra dita como “coloured” (classificação racial na África do Sul) e filha de Safiya Sono, uma mulher branca ativista anti-apartheid assassinada quando a protagonista era criança. Ao mesmo tempo em que leva uma vida misteriosa e divide o trabalho com o colega Frederique Kazadi (Loyiso Madinga), a jovem procura por respostas sobre a morte da mãe.    

A trama é construída por atores e atrizes de países da África, com mais da metade do elenco composto por negras e negros. E uma equipe toda africana por trás das câmeras em cenários em Harare, Joanesburgo, Lagos, Nairóbi, Zanzibar e outras cidades do continente.

Além do inglês (idioma original) e o sotaque sul-africano, misturam-se dialetos de grupos étnicos locais, como afrikaans, swahili, xhosa e zulu nos diálogos. É possível visualizar os costumes, a cultura local, os lugares, as manifestações por meio do canto, a energia e o modo de falar de cada região onde foram feitas as gravações. É realmente uma imersão para quem nunca pisou na África.

Mas também há perseguições e momentos de luta corporal, festas que terminam em tiroteios e até mesmo cenas de negros trabalhando em uma mina de exploração de pedras preciosas. Junto a isso e como pano de fundo, problemáticas da história africana: colonização, corrupção, decisões governamentais, exploração, política externa e interna, territorialismo, terrorismo.

Na narrativa em volta de Queen Sono, sua avó Mazet (Abigail Kubeka) e o amigo de infância e psicólogo William Chakela (Khathu Ramabulana) a questionam sobre o seu trabalho. Mas a protagonista sempre desconversa. Fica o ponto de interrogação.

Então, corre para conferir e se inserir no universo dessa mulher negra nos territórios africanos.

Confira o trailer:

FICHA TÉCNICA

Queen Sono
Ano:
2020
País de origem: África do Sul, Congo, Nigéria e Zimbábue
Formato: Série
Gênero: Ação/Drama Policial/Suspense
Classificação: 16 anos
Duração: 32-47 min por episódio
Número de temporadas: 1 (renovada para a segunda)
Número de episódios:
6
Direção: Kagiso Lediga e Tebogo Malope
Roteiro: Camilo Saloojee, Christopher Steenkamp, Kagiso Lediga, Karabo Lediga e Muzi Dlamini
Elenco: Abigail Kubeka, Chi Mhende, Connie Chiume, Enhle Maphumulo, James Ngcobo, Kate Liquorish, Khathu Ramabulana, Loyiso Madinga, Otto Nobela, Pearl Thusi, Rob Van Vuuren, Sechaba Morojele e Vuyo Dabula
Trilha sonora: Banda afro-pop queniana Sauti Sol e a rapper sul-africana Sho Madjozi
Produção executiva: Kagiso Lediga e Tamsin Andersson
Distribuição: Netflix

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *