Campanha arrecada R$ 21 mil para Ângelo Assumpção, demitido ao denunciar racismo

Meta era R$ 15 mil. Campanha fica no ar até o fim de setembro e vai ajudar a pagar contas básicas do atleta, que tem apenas 24 anos e está prestes a viver o sonho olímpico

Articulada por amigos e familiares, a campanha on-line de arrecadação de fundos para ajudar o ginasta Ângelo Assumpção superou a meta inicial em 40% e alcançou os R$ 21 mil. A mobilização continua para ajudar a custear inclusive necessidades básicas do atleta, que foi demitido após denunciar casos de racismo no Pinheiros, clube onde treinava.

Até o momento, a campanha conta com 195 apoiadores e tem tido cada vez mais visibilidade nas redes sociais porque artistas também estão reivindicando justiça para o caso do ginasta. Ângelo é um dos maiores atletas do país, com premiação nas principais competições do mundo.

Nas redes sociais, ele comentou a mobilização. “Fiquei sabendo a pouco que meus amigos/familiares, criaram uma vakinha no intuito de ajudar-me e agradeço a iniciativa. Sempre tentei resolver tudo sozinho e nem sempre precisa ser assim. Eu tive uma conversa com a minha psicóloga sobre isso, como acho normal ajudar e tenho dificuldade de ser ajudado. Aprendendo a lidar com isso ainda. Agradeço todos por compartilhar e ajudar de alguma forma.”

A campanha ficará aberta até o fim de setembro e tem gerado reações negativas ao clube que o demitiu. “Tentando amenizar os efeitos de uma sociedade racista e desigual. Boa sorte ao atleta, e que apareça o quanto antes um clube digno que reconheça seu valor”, escreveu Musbah Koleilat Câmara, um dos apoiadores da Vakinha.

Ângelo tem apenas 24 anos e prepara-se para viver o sonho olímpico. Anos atrás, viu-se envolvido numa grande polêmica por conta de comentários racistas feitos pelo seu colega de equipe, o ginasta Arthur Nory. O atleta vive agora uma onda de solidariedade nas redes.

“Entendam a importância de a gente debater esse assunto, que não é só de negros e sim da sociedade. Esse racismo estrutural a gente precisa tirar da estrutura da sociedade. É bom pra todos nós. A gente precisa caminhar para o lugar certo, um lugar mais igualitário, um lugar onde todos tenhamos oportunidades de ser quem nós somos”, declarou Ângelo.

PRINCIPAIS TÍTULOS DE ÂNGELO
Ouro na Copa do Mundo de Ginástica Artística 2015
Bronze no Campeonato Internacional Júnior, Yokohama, no Japão
Campeão Brasileiro 2012
Campeão Sul-americano 2010
3 Vezes Campeão no Sul-americano
6 Vezes Campeão Brasileiro
6 vezes campeão por equipe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *